Relatório de Autoavaliação Institucional 2011

Relatório de Autoavaliação Institucional 2012

Relatório de Autoavaliação Institucional 2013

Relatório de Autoavaliação Institucional 2015

A Comissão Própria de Avaliação (CPA), como o próprio nome diz, é uma comissão formada por representantes de todos os segmentos da comunidade universitária e por um representante da sociedade civil com o objetivo de coordenar o processo interno de avaliação da FACAMP e tornar público seus resultados.

A CPA é parte do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), criado em 2004 pela lei n° 10.861, de 14 de abril. O artigo11 desta lei prevê que cada instituição de ensino superior, pública ou privada, deve ter a sua Comissão Própria de Avaliação para:

  • Desenvolver uma metodologia de avaliação que permita analisar as suas características institucionais.
  • Pôr em questão os sentidos do conjunto de atividades e finalidades cumpridas pela instituição para identificar as causas dos seus problemas e deficiências.
  • Aumentar a consciência pedagógica e a capacidade profissional do corpo docente e técnico-administrativo.
  • Fortalecer as relações de cooperação entre os diversos atores institucionais.
  • Tornar mais efetiva a vinculação da instituição com a comunidade.
  • Julgar acerca da relevância científica e social de suas atividades e produtos.
  • E prestar contas à sociedade.

A CPA avalia todos os aspectos que relacionam o ensino, a pesquisa, a extensão na FACAMP, a partir de dez dimensões propostas pelo SINAES:

DIMENSÕES

  1. A missão e o plano de Desenvolvimento Institucional
  2. A política para o ensino, a pesquisa, a pós-graduação, a extensão e as respectivas normas de operacionalização, incluídos os procedimentos para estímulo à produção acadêmica, as bolsas de pesquisa, de monitoria e demais modalidades.
  3. A responsabilidade social da instituição, considerada especialmente no que se refere à sua contribuição em relação à inclusão social, ao desenvolvimento econômico e social, à defesa do meio ambiente, da memória cultural, da produção artística e do patrimônio cultura.
  4. A comunicação com a sociedade.
  5. As políticas de pessoal, de carreiras do corpo docente e corpo técnico-adminstrativo, seu aperfeiçoamento, desenvolvimento profissional e suas condições de trabalho.
  6. Organização e gestão da instituição, especialmente o funcionamento e representatividade dos colegiados, sua independência e autonomia na relação com a mantenedora, e a participação dos segmentos da comunidade universitária nos processos decisórios.
  7. Infra-estrutura física, especialmente a de ensino e de pesquisa, biblioteca, recursos de informação e comunicação.
  8. Planejamento e avaliação, especialmente em relação aos processos, resultados e eficácia da auto-avaliação institucional.
  9. Políticas de atendimento aos estudantes.
  10. Sustentabilidade financeira, tendo em vista o significado social da continuidade dos compromissos na oferta da educação superior.

Como trabalha a CPA na FACAMP

Na FACAMP a Avaliação Interna é um processo contínuo por meio do qual a instituição desenvolve o diálogo para a realização do Projeto Pedagógico Institucional.  O Projeto Pedagógico da FACAMP considera o estudante como o centro das atenções do ensino superior. Insiste, portanto, na singularidade do estudante, no desenvolvimento de suas qualidades cognitivas e comportamentais e, ao mesmo tempo, nos valores que promovem a sua inserção cidadã, histórica e socialmente responsável. Por esse motivo existe um contato estreito entre alunos, professores, coordenadores e diretores. Esse princípio e a busca por uma instituição de excelência, ágil, participativa e articulada, possibilitaram o desenvolvimento de um processo de auto-avaliação institucional constante e dinâmico que influenciaram na sistemática de trabalho da CPA.
A metodologia de trabalho da CPA é predominantemente qualitativa e consiste no levantamento, organização e análise das ações participativas da comunidade acadêmica. O reflexo mais visível está nos resultados da avaliação externa, a saber: no Índice Geral de Cursos da Instituição (IGC) e em nosso Índice de Empregabilidade.

Como a comunidade acadêmica da FACAMP pode contribuir com o trabalho da CPA
A CPA é composta por representantes do corpo docente, representantes do corpo discente, representantes do corpo técnico-administrativo, além de um representante da comunidade civil. O contato com esses segmentos de representação pode ser feito por meio de comunicação eletrônica (e-mail).

Composição atual da CPA

  • Representantes do corpo docente: Profa. Dra. Adriana Franco Bueno Braga, Profa. Dra. Ana Beatriz de Araujo Linardi, Prof. Dr. Davi José Nardy Antunes, Profa. Ms. Debora Alves, Prof. Dr.Luiz Gustavo Martins Serpa, Profa. Dra. Maria Eugênia Garcia Porto, Prof. Dr. Pedro Roberto Grosso.
  • Representantes do corpo discente: Bruno Marçal Martins e Caio Passos Moraes Navarro.
  • Representante da sociedade civil: Arnaldo Aparecido Rezende(Diretor da Fundação das Entidades Assistenciais de Campinas – FEAC).
  • Representantes do corpo técnico-administrativo: Érica Renata Junque,Fabiana Rogeria Gobbo, Marcia Antonieta Ferreira Ribeiro e Márcio Souza Martins.

Endereços eletrônicos das representações da CPA
cpa.alunos@facamp.com.br
cpa.professores@facamp.com.br
cpa.funcionarios@facamp.com.br

[en]english[/en]