Revolução Tecnológica e o Futuro do Trabalho

Novas formas de energia, novos materiais, nanotecnologia, robótica, inteligência artificial, internet das coisas, big data, computação em nuvem, novas formas de energia: todas essas transformações vão se acelerar nos próximos anos.

A revolução tecnológica está causando mudanças radicais no mundo do trabalho. Trabalhos rotineiros estão condenados a desaparecer.

A demanda das organizações por postos mais qualificados está caindo, tendência que se acentuará nas próximas décadas. Profissionais menos qualificados não encontram nem encontrarão empregos estáveis.

Os cargos de gestão e direção das organizações exigirão cada vez mais profissionais com formação técnica de excelência e alto desenvolvimento de suas competências pessoais.

Existem e existirão oportunidades de novos negócios. Os novos empreendedores devem ser criativos, conhecer o ambiente competitivo, as tendências dos mercados e ter capacidade de gestão.

As universidades ou faculdades, públicas ou privadas, gigantescas, burocratizadas, incapazes de inovar currículos, programas e métodos pedagógicos formarão profissionais condenados ao desemprego ou ao trabalho precário. Já há uma verdadeira “inflação de diplomas” que não credencia ninguém para a vida profissional, e esse processo só vai se acelerar.

A FACAMP proporciona uma formação profissional de alta qualidade, fornece a base para que os alunos possam se renovar e permanecerem atualizados num mundo em transformação.

A FACAMP é desburocratizada, ágil e nasceu marcada pelo espírito de inovação de seus fundadores e diretores. Nosso compromisso é oferecer ensino de excelência adequado às novas realidades do Brasil e do mundo:

  • * preparando nossos alunos para uma vida profissional de sucesso em posições de destaque nas suas áreas de atividade;
  • * transmitindo os valores da lealdade, do apreço pela cultura, do respeito à diversidade, da solidariedade, do trabalho dedicado, da honestidade, bases para uma vida pessoal e profissional feliz;
  • * formando bons cidadãos, capazes de ajudar a transformar o Brasil num país economicamente próspero, socialmente justo e democrático.