fbpx

Protocolo para o início do 2º Semestre

Em primeiro lugar, gostaríamos de relembrar alguns fatos relevantes que envolvem a educação durante o período de isolamento social mandatório.

  1. A Portaria MEC nº 544, de 16 de junho de 2020, estendeu até 31 de dezembro de 2020 a autorização para a extraordinária substituição plena de todas as atividades presenciais por atividades remotas;
  2. As Instituições de Ensino Superior (IES) públicas não estão oferecendo nenhum tipo de atividade acadêmica por tempo indeterminado (caso de 54 de 69 universidades federais) ou suspenderam as atividades presenciais durante todo o 2º semestre de 2020, substituindo-as integralmente por atividades remotas (como USP, UNESP e UNICAMP);
  3. As melhores IES privadas do Brasil confirmaram que continuarão realizando atividades remotas em substituição às atividades presenciais suspensas no semestre que se iniciará em agosto;
  4. A maior parte das melhores IES da Europa e dos EUA já determinou que o período letivo que se inicia em setembro de 2020 e vai até maio de 2021 será totalmente remoto;
  5. Até 15 de julho de 2020, as autoridades sanitárias do Estado de São Paulo trabalhavam com a hipótese de retorno das atividades presenciais apenas a partir de 08 de setembro de 2020. Deve-se ressaltar que a data prevista de retorno está condicionada à evolução da pandemia e da ocupação de leitos hospitalares em cada uma das regiões do estado. Não há, portanto, certeza sobre a data de retorno autorizada para a região de Campinas: todas as instituições de ensino deverão acompanhar essa evolução para retomar as atividades presenciais a partir de 8 de setembro. Além disso, o retorno se dará de forma escalonada, mediante o cumprimento de uma série de exigências, inclusive de limitação de número de alunos por sala.

Diante desses fatos, gostaríamos de comunicar a toda a comunidade acadêmica as próximas medidas que adotaremos:

  1.  Sobre o início do 2º semestre
    1. As atividades presencias continuarão suspensas até, ao menos, 07 de setembro de 2020 e serão retomadas apenas se houver autorização expressa das autoridades sanitárias;
      1. Se essa data se confirmar, a FACAMP comunicará, até 28 de agosto de 2020, os protocolos de retorno escalonado ao nosso campus, cumprindo todas as determinações das autoridades sanitárias;
    2. Assim, o semestre letivo se iniciará pelo formato remoto, obedecendo às seguintes datas, já comunicadas anteriormente:
      1. Realização dos Exames de Segunda Época, no sistema CANVAS: de 03 a 07 de agosto de 2020 (os alunos devem solicitar a inscrição no exame pelo Portal do Aluno, até 26 de julho de 2020);
      2. Início do semestre letivo de forma remota: 10 de agosto de 2020;
      3. Reunião ZOOM de apresentação dos coordenadores, professores do semestre de cada um dos anos e respectivos alunos: entre 10 e 12 de agosto de 2020;
      4. Divulgação do Plano de Reposição de Conteúdos Insuficientes do 1º Semestre de 2020: 10 de agosto de 2020;
      5. Alteração de matrícula: de 10 a 13 de agosto de 2020;
      6. Possível retorno às atividades presenciais escalonadas, se houver autorização das autoridades sanitárias: 08 de setembro de 2020.
  2. II – Sobre o aperfeiçoamento do método de ensino remoto
    1. Ao longo dos meses de junho e julho, foi empreendido um enorme esforço de avaliação do método de ensino remoto que a FACAMP adotou de forma emergencial, a partir de março de 2020;
      1. Foi realizada pela CPA, Comissão Própria de Avaliação, a tradicional avaliação docente semestral, adaptada para o método de ensino remoto adotado e com o engajamento anônimo de todo o corpo discente;
      2. Todas as coordenações de cursos, após extensas reuniões com o corpo docente, elaboraram relatórios de avaliação do método de ensino remoto, identificando o grau de aproveitamento dos alunos, relatando as experiências bem-sucedidas, identificando os pontos a serem melhorados; sugerindo ações de melhoria e, sobretudo, identificando preliminarmente os conteúdos que foram insuficientemente abordados durante a suspensão de aulas presenciais e que deverão ser objeto de reposição ao longo do 2º semestre;
      3. De maneira geral, houve amplo reconhecimento por parte da comunidade acadêmica, alunos e docentes, de que o método adotado cumpriu o objetivo de permitir a formação de excelência sob condições emergenciais e provisórias de ensino remoto. Os elogios superaram em larga medida as críticas e sugestões de melhoria que, obviamente, serão levadas em conta. O uso do CANVAS e do ZOOM, a limitação de encontros virtuais a 50% da carga horária de cada disciplina e a adoção de metodologias ativas obrigatórias, como engajamento dos alunos em atividades semanais remotas (ASR), foram confirmados como o melhor método para a transmissão e obtenção do conhecimento, mesmo que isso tenha implicado um esforço de preparação muito maior, tanto por parte dos alunos, como dos docentes. Ressalte-se que, crescentemente, as melhores IES estão adotando soluções inovadoras que, tal como a nossa, pressupõem a participação ativa dos alunos e rejeitam a mera transmissão de aulas expositivas por parte dos docentes. No entanto, reconhecemos que é preciso aperfeiçoar nosso método, em especial no que se refere a uma calibragem das ASR, mas sem abrir mão do que o diferencia e o torna a melhor opção de formação sob as atuais condições.
    2. A avaliações por parte dos alunos, docentes e coordenadores permitiram redefinir e aperfeiçoar os protocolos mínimos para as atividades remotas vigentes ao menos entre 10 de agosto e 07 de setembro de 2020, mas que devem ser preparadas para a eventualidade de manutenção do processo remoto até o final do semestre letivo;
    3. O novo protocolo, a ser apresentado pelos coordenadores aos docentes, é o seguinte:

 

  1. Sobre os encontros virtuais
    • Está mantida a periodicidade de um encontro virtual por semana, transmitido pelo ZOOM em um dos horários regulares da disciplina, referente a 50% da carga horária semanal, com controle de frequência;
    • Não será permitido que os docentes exijam a abertura da câmera pelos alunos, ainda que devêssemos estimular essa prática, de forma voluntária, em especial através de dinâmicas durante o encontro;
    • Se houver justificativa pedagógica, docentes podem solicitar aos coordenadores a realização de mais um encontro virtual por semana. Esse eventual segundo encontro, denominado Plantão Virtual, deve ser realizado no outro horário regular da disciplina e ser voluntário, portanto, sem controle de frequência;
    • Coordenadores devem definir e comunicar aos alunos quais serão os horários regulares de cada disciplina destinados ao encontro virtual (priorizar os horários de 10h, 13h30 e 15h30 para aumentar frequência) e, se for necessário, ao eventual plantão virtual (no outro horário regular da disciplina, nesse caso, sem controle de frequência);
    • Deve-se priorizar o uso ZOOM Acadêmico, que impede a interrupção do encontro a cada 40 minutos.
  2. Sobre as ASRs
    • As ASRs permanecem como a principal ferramenta de engajamento, de preparação e absorção de conteúdo por parte do aluno (“aula invertida”; “metodologia ativa”);
    • As ASRs permanecem como forma de controle de frequência dos demais 50% da carga horária de cada disciplina;
    • As ASRs permanecem como o instrumento relevante de avaliação: o conjunto das ASRs deve compor no mínimo 25% e no máximo 40% da média semestral; professores podem propor aos coordenadores (que devem validar as propostas) os pesos que praticarão dentro desse intervalo;
    • A quantidade de ASRs no semestre poderá ser flexibilizada, desde que justificada e aprovada pelos coordenadores, mas, no mínimo, deverão ser entregues pelos alunos 2 por mês e 8 por semestre em cada disciplina (considerando que todo o semestre seja remoto);
    • As ASRs podem ser em grupo;
    • Uma vez entregue, toda a ASR deve ter um correspondente gabarito (por escrito ou num pequeno vídeo) postado no CANVAS, para que o aluno perceba se o objetivo foi ou não atingido;
    • Os feedbacks (e as notas) individuais (ou ao grupo) de cada ASR devem ser postados no sistema CANVAS em, no máximo, 7 dias após o prazo de entrega de cada uma delas.

 

 

  • Sobre as Provas Bimestrais e Semestrais
    • Se não for possível o retorno completo ao campus em setembro, as provas bimestrais serão realizadas novamente pelo CANVAS entre 28 de setembro e 09 de outubro de 2020. Nesse período, não haverá controle de frequência nos encontros virtuais nem entrega de ASR;
    • A mesma regra valerá para provas semestrais, se o isolamento perdurar até final de novembro;
    • O método de realização de provas pelo sistema CANVAS pode ser decidido por cada professor, mas os coordenadores de curso precisam ter ciência prévia e conceder seu aval ao método pretendido;
    • Não será permitido exigir a abertura de câmeras por parte dos alunos durante a execução das provas;
    • Deve-se evitar ao máximo a necessidade de digitalização e upload de provas executadas a mão.

III – Sobre a reposição de conteúdos insuficientes do 1º semestre

  1. Ao longo do mês de julho, a Direção Acadêmica coordenou um amplo levantamento dos conteúdos programáticos que foram insuficientemente cobertos durante a vigência da metodologia remota;
  2. A análise final depende, no entanto, da execução das provas semestrais e sua avaliação; por essa razão, o Plano de Reposição de Conteúdos Insuficientes do 1º Semestre de 2020 será divulgado em 10 de agosto de 2020;
  3. Nessa ocasião, os coordenadores devem apresentar, para todas as disciplinas do 1º semestre, um plano contendo:
    1. Itens do programa que ficaram ausentes do 1º semestre;
    2. Itens do programa que foram insuficientemente trabalhados e merecem uma revisão;
  • Forma de reposição dos conteúdos (encontro virtuais, encontros presenciais a partir de 8 de setembro de 2020, acomodação em disciplinas subsequentes etc);
  1. Os encontros virtuais e/ou presenciais de reposição são voluntários e não implicam mudanças no aproveitamento (notas e frequências) dos resultados do 1º semestre.

Por fim, gostaríamos, mais uma vez, de agradecer a todos pela dedicação apaixonada durante o processo de transição emergencial para o método remoto. Sem o esforço de todos, não teríamos obtido os resultados satisfatórios que observamos. Sigamos trabalhando com empenho neste momento difícil, que, infelizmente, ainda parece distante do fim. Boas férias.

 

A Direção Acadêmica