A profissão do Engenheiro Mecânico

O engenheiro mecânico atua em um amplo espectro de atividades no mercado de trabalho.

Deve ser um profissional habilitado a desenvolver projetos automobilísticos, tecnologias na área de novos materiais, a trabalhar nos mais diversos setores da indústria (têxtil, petroquímica, automobilística, alimentícia, siderúrgica, sucro-alcooleira, naval etc.), no planejamento de sistemas energéticos, no mercado financeiro e no desenvolvimento de sistemas de automação.
Atua em indústrias de grande sofisticação tecnológica, como a de biomateriais, a aeroespacial, de petróleo e de sistemas de energia. É cada vez maior a demanda por engenheiros mecânicos em áreas como planejamento, desenvolvimento e gerenciamento de sistemas, operações e projetos. O profissional de excelência que atua nestecampo precisa ter visão sistêmica da empresa para contribuir com a elevação de sua qualidade e competitividade.
O mercado de trabalho busca engenheiros mecânicos com formação sólida, visão de conjunto e capacidade de elaborar diagnósticos e de propor soluções inovadoras. O profissional do século XXI deve aliar um forte conhecimento técnico a uma sólida visão de negócios e do cenário econômico.
O engenheiro precisa contemplar o conhecimento dos custos, das formas de financiamento e das necessidades da empresa. A capacidade de trabalhar
em equipe, de liderar grupos e a habilidade de se comunicar em mais de um idioma, tornou-se importante diferencial na disputa pelos melhores postos de trabalho.

Conheça o curso de Engenharia Mecânica da FACAMP

Áreas de Atuação do Engenheiro Mecânico

DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS E PRODUTOS

A atuação do engenheiro mecânico é fundamental no desenvolvimento de novas tecnologias, e, nos últimos anos, esta atuação se ampliou fortemente. Este profissional é fundamental em setores de crescimento acelerado, como o de energia, novos materiais, projetos automobilísticos, naval etc.

PROJETOS MECÂNICOS E MECÂNICA COMPUTACIONAL

O desenvolvimento de projetos mecânicos exige conhecimentos diversificados que envolvem teorias baseadas na Física e na Matemática. Trabalhos numéricos e experimentais são bastante importantes nas diversas etapas dos projetos e na verificação de sistemas mecânicos. É uma área voltada para a análise, simulação e modelagem de problemas físicos em Engenharia, com uso intensivo da computação.

SISTEMAS ENERGÉTICOS, TÉRMICA E FLUIDOS

O conhecimento das fontes de energia e de sua disponibilidade é estratégico. O atendimento dos mercados consumidores de forma sustentável e responsável ganha crescente importância em todos os países e organizações. O estudo de balanços e sistemas energéticos são as principais atividades desta área. O controle térmico ambiental, a geração, transferência e armazenamento de calor e fluidos e os respectivos equipamentos e processos são segmentos importantes do setor.

MATERIAIS

O desenvolvimento de novos materiais, empregados nos mais diversos setores, como no aeroespacial, na indústria alimentícia ou na área médica, reforça o caráter interdisciplinar dessa área. O estudo das características e propriedades e da estrutura dos materiais possibilita a ampliação das aplicações de compostos já existentes e a criação de novos, como as telas touch screen dos telefones celulares.

PRODUÇÃO E ROBÓTICA

No setor industrial, o engenheiro mecânico atua desde a manutenção até as decisões estratégicas dos negócios.

FABRICAÇÃO E PROCESSOS INDUSTRIAIS

É a área ligada aos processos de fabricação industriais. Estuda os sistemas de manufatura, os sistemas de gestão e automação da manufatura e os processos da indústria metal-mecânica, como fundição e lingotamento, extrusão, laminação, soldagem etc.

AUTOMAÇÃO E ROBÓTICA

O estudo da automação na indústria, o projeto e a construção de robôs são as principais atividades desta área. O seu objetivo é a concepção, a instalação e o desenvolvimento de projetos de unidades mecatrônicas e de produção automatizadas. O desenvolvimento de softwares para simular, analisar e controlar processos e a aplicação de técnicas de inteligência artificial fazem parte de sua atividade permanente.

GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES

CONTROLE DAS ORGANIZAÇÕES

O engenheiro mecânico do século XXI precisa dominar as técnicas de gestão e ampliar seus conhecimentos econômicos.
Os projetos e tecnologias precisam ser compreendidos em suas dimensões organizacionais, o que exige o conhecimento de finanças, marketing, gestão da produção e gestão de pessoas. É a partir desta visão de conjunto e das perspectivas econômicas que o engenheiro mecânico contribui para elevar a competitividade de sua organização.

Engenheiro Mecânico