A Profissão do Profissional do Direito

A integração e a coesão das sociedades dependem do Direito, ordem normativa que deve ser garantida pelo Estado.

O profissional do Direito é indispensável em todas as áreas da atividade humana. A atuação do profissional do Direito não se limita à prática dos processos judiciais, seja como advogado, procurador, promotor ou juiz. Há uma crescente demanda por profissionais responsáveis pela prevenção de conflitos, capazes de negociar, orientar e dar pareceres e consultas, a fim de evitar longas disputas ou infrações à lei.
O campo do Direito expandiu-se nas últimas décadas e as relações jurídicas se tornaram mais complexas. Exemplos disso são as tutelas dos direitos: coletivo, do meio ambiente, do consumidor e dos direitos de defesa da mulher, da criança, do idoso e dos portadores de necessidades especiais, além da terceirização das atividades e da multiplicação dos contratos de cooperação operacional.
Nas empresas públicas e privadas, a maior complexidade e a internacionalização da vida econômica geraram novas formas de contrato e de negociação: nos tratados de comércio exterior, nas relações de comunicação e transporte internacionais, nas normas que regulam os mercados financeiros e
nas leis de propriedade intelectual.
O profissional do Direito deve reunir uma gama de qualidades e de capacidades que dependem de um intenso e completo preparo teórico e prático. Deve ter, também, sólida formação humanista. Deve atualizar os seus conhecimentos permanentemente, em sintonia com as transformações do mundo contemporâneo.

Conheça o curso de Direito da FACAMP

Áreas de Atuação do Profissional do Direito

ADVOCACIA

Para o exercício da advocacia, o bacharel em Direito deve prestar o exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Ao ser aprovado, credencia-se para atuar em seu próprio escritório ou associar-se a um já existente.
Também poderá trabalhar como advogado em grandes e médias empresas. Em ONGs, o profissional poderá atuar nas áreas ambiental, educacional, assistencial e de assessoramento ao consumidor.
A atuação profissional do advogado é fundamental na negociação para constituir relações jurídicas contratuais, para dar segurança aos sujeitos de direito e impedir que conflitos se estabeleçam.

ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA
Ao profissional do Direito que opta pela carreira privada, não basta o amplo conhecimento do ordenamento jurídico. A percepção do real significado de cada demanda permitirá conferir à sua atuação uma maior qualidade. Essa sensibilidade é o que poderá diferenciá-lo, no mercado competitivo, de profissionais altamente qualificados.
Marta Mitico Valente, Sócia da Mitico & Visnevski Advogados

ADVOCACIA EMPRESARIAL
O advogado especialista na área empresarial encontra um vasto campo de atuação. Em um mundo complexo como o atual, a consultoria de um profissional do Direito é fundamental para todo tipo de empresa. Ele é requisitado para tratar de questões como as relativas à propriedade industrial, aos diversos tipos de contrato, à tributação, às relações trabalhistas, aos direitos dos consumidores. É fundamental para a solução de problemas como a estruturação societária,
operações de fusão e aquisição, projetos de investimento etc.
Leonardo Moreira Costa de Souza, Mestre em Direito Empresarial, Sócio da Azevedo Sette Advogados

CARREIRAS PÚBLICAS

O profissional de Direito que optar pelas carreiras públicas deve prestar concursos bastante disputados. Seja para as carreiras de juiz, desembargador, promotor de Justiça, delegado, procurador da União, dos Estados e dos Municípios, seja para atuar em organismos públicos – como o Banco Central, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA), o Instituto Nacional do Seguro
Social (INSS), o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) e outros.

JUIZ

Diferentemente do advogado, que deve ser uma pessoa combativa e vibrante, o juiz deve ser calmo e sempre analisar todos os lados da questão. O juiz deve ter traços característicos de personalidade. Esses traços são estimulados pelo fato do juiz, assim como o desembargador, não viver sob a pressão de ganhos imediatos. Tampouco tem de se submeter às pressões de empresas.
Maurício Vidigal, Desembargador

PROMOTOR

O Ministério Público tem relevantes funções sociais, como a proteção do meio ambiente, do patrimônio público, dos direitos da cidadania como o direito à saúde e à educação, além de ser o responsável por processar os suspeitos de terem cometido crimes. Para exercer essas funções, é preciso enfrentar um árduo concurso público após um mínimo de três anos de atividade profissional.
Fauzi Hassan Choukr, Promotor de Justiça

PROCURADOR

O Procurador defende os interesses do Estado. O seu compromisso perante à sociedade deve pautar-se pelo princípio da moralidade, respeitando os interesses coletivos e os direitos dos cidadãos. A compreensão do Direito como conjunto de princípios e valores é um poderoso instrumento de trabalho para os Procuradores do Estado.
Marcio Sotelo Felippe, Procurador do Estado de São Paulo

Profissional do Direito