Esta atividade é mais uma iniciativa da FACAMP, conciliando a teoria e a prática profissional. É mais um diferencial oferecido aos nossos alunos

A FACAMP contratou o Grupo Opções, uma empresa que há mais de 20 anos oferece este treinamento aos executivos dos maiores bancos brasileiros. No Brasil é a primeira vez que esta atividade foi realizada com alunos de graduação.

Funcionamento
O treinamento é feito num regime de imersão. Os alunos do último ano do curso de Economia ficaram isolados num hotel durante mais de 60 horas e participaram das seguintes atividades:

• Palestras de profissionais sobre o funcionamento dos mercados e sobre os produtos financeiros que seriam simulados.
• Simulação de operações financeiras interbancárias, em que grupos de alunos operaram a tesouraria de seis bancos, cada qual com um capital inicial de R$ 30 milhões.
• Discussão dos resultados entre os alunos e os instrutores (profissionais atuantes no mercado financeiro).

As atividades de simulação
Diariamente cada grupo deveria:
1. Analisar o cenário econômico e, dessa forma, traçar estratégias de valorização de ativos selecionados (títulos públicos e ativos cambiais dos mercados spot e futuro de opções).

2. Participar de negociação através de broker eletrônico e por telefone com os outros bancos,
cotando, comprando e vendendo ativos de acordo com a estratégia traçada e conforme a mudança do cenário econômico.

3. Participar de um leilão viva-voz para ajustar posições ao fim da rodada de negociações interbancárias.

4. Contabilizar os resultados, analisar o desempenho e rever as estratégias de valorização para a próxima rodada. O banco – grupo – que concluir a simulação com maior lucro é declarado vencedor.

Conhecimentos teóricos aplicados nesta atividade prática
Os alunos aplicam a ampla bagagem teórica que receberam em diversas disciplinas tais como: economia monetária e financeira, macroeconomia, economia internacional, economia brasileira etc. Além disso, os alunos usam intensamente ferramentas de análise financeira para prever rentabilidade, controlar resultados e, assim, adaptar as estratégias aos novos cenários e ao desempenho passado de seu banco e dos concorrentes, tal como na realidade.

Resultados
O envolvimento e o desempenho dos alunos superaram todas as expectativas. Ao fim da simulação, nenhum dos seis bancos apresentou resultado negativo, todos tiveram lucro. O grupo vencedor quase dobrou o capital de seu banco fictício.