Mais uma inovação pedagógica da FACAMP: as Oficinas de Leitura habilitam o estudante de primeiro ano para dominar os textos complexos

O Projeto Pedagógico da FACAMP introduziu um conjunto de inovações pedagógicas de reconhecida relevância: tempo integral para permitir formação completa; ensino personalizado; ênfase no estudo de línguas, especialmente no aprofundamento da Língua Portuguesa; treinamento profissional ao longo de todo o curso; currículos ajustados ao mercado de trabalho.
Agora, a FACAMP dá mais um passo: as Oficinas de Leitura preparam o estudante de primeiro ano para dominar textos complexos, próprios do ensino de excelência.

Iniciação ao ensino de excelência
No primeiro ano de faculdade, a passagem do ensino médio ao ensino universitário de excelência lança desafios consideráveis ao estudante. É maior, por exemplo, a quantidade de textos. Maior, também, é a sua complexidade.
Para ajudar o estudante de primeiro ano a ler mais e cada vez melhor, a FACAMP introduziu Oficinas de Leitura em seus cursos de graduação.

Como funcionam as Oficinas de Leitura
As salas de aula têm no máximo 20 alunos, os professores são especialmente treinados para apoiar e acompanhar o estudante, individualmente e ao longo de todo o primeiro ano de graduação.

Os textos foram selecionados obedecendo a três critérios:
1- Os textos iniciam o estudante em procedimentos básicos de leitura, de exposição oral e escrita para o desenvolvimento do raciocínio abstrato e o avanço da autonomia intelectual.
2- Cada curso tem uma seleção própria de textos que auxiliam as leituras das demais disciplinas do semestre e as atividades de seminário.
3- Na antologia preparada para as Oficinas de Leitura, os estudantes entram em contato com autores fundamentais para o seu curso.

Dois tipos de aula:
1- Nas aulas de investigação, os estudantes aprendem a analisar o texto metodicamente: delimitam os temas, identificam as teses, dividem e subdividem o texto em suas partes principais, aprendem a reconhecer as estruturas e a validade dos argumentos.
2- Nas aulas de exposição, os estudantes aprendem a apresentar o tema específico de um texto, a formular a sua hipótese de leitura, a reconstituir, passo a passo, a argumentação do autor.

Acompanhamento individual: O professor corrige os trabalhos individualmente, estimula o aluno a complementar suas lacunas e aprimorar suas qualidades; orienta o debate para melhor avaliação das hipóteses e dos respectivos argumentos. Ao final, estudantes e professores chegam a um resultado comum acerca do tema, da ideia central e da estrutura argumentativa do texto.

Acho muito importante as Oficinas de Leitura. Elas proporcionam um suporte às demais disciplinas, atividades e trabalhos. Depois de algumas aulas, textos que pareciam de difícil compreensão se tornaram fáceis. Passei a estudar os textos com mais tranquilidade e agora eles auxiliam o meu desenvolvimento no curso.
Felipe Esteves
Estudante do Curso de Relações Internacionais