O sistema de prática profissional que culmina no estágio qualificado é uma das inovações mais importantes dos Cursos de Graduação da FACAMP. O Professor João Manuel Cardoso de Mello, Diretor Geral, explica quais são suas características.

Qual é a orientação da FACAMP em relação à prática profissional e à realização de estágios?
Na FACAMP a prática profissional começa logo no primeiro dia de aula e acompanha o aluno ao longo de todo o curso. O estágio é realizado no último ano, ou, no caso do curso de Direito, nos dois últimos anos.

Por que o estágio é realizado ao final do curso?
O estágio prematuro é um erro pedagógico grave. O aluno abandona os estudos e se transforma em mão de obra barata para empresas e escritórios. O resultado é decepcionante. Para a FACAMP, estágio é estágio qualificado. Estágio na hora certa. Nosso aluno não é office boy de luxo de ninguém.

Por que, então, o estágio prematuro e desqualificado é tão frequente no ensino superior brasileiro?
É fácil entender o porquê. Manter um sistema eficiente de prática profissional dentro da faculdade exige um projeto pedagógico inovador e requer um amplo corpo de professores capacitados e conectados ao mercado de trabalho. Finalmente, é necessário dispor de uma infraestrutura de ponta.

O senhor tem dito que o tempo integral é o aliado indispensável da prática profissional. Por quê?
Por uma razão muito simples. O sistema de prática profissional demanda uma ampla carga horária que não pode prejudicar o aprendizado dos outros conteúdos necessários ao profissional de elite. É o tempo integral que abre o espaço necessário para uma formação completa.

É possível um sistema avançado de prática profissional em grandes grupos de alunos?
É claro que não. Pense no trabalho em Oficinas, Laboratórios, Centros, Agências. Ele é frutífero quando realizado em turmas pequenas, que permitem aos professores orientar e acompanhar de perto as atividades dos alunos.

Como é a prática profissional na FACAMP?
Em primeiro lugar, associando teoria e prática na sala de aula. Dou dois exemplos para ilustrar essa orientação pedagógica. Logo no primeiro semestre do curso de Economia, há uma disciplina teórica: Introdução à Economia. Junto a essa disciplina funciona um laboratório onde o aluno faz pesquisa — num nível elementar, é claro — sobre Conjuntura  Econômica Brasileira. Os conceitos vão, digamos assim, se tornando concretos. Outro exemplo. Nas disciplinas teóricas de Direito, os professores trazem à sala de aula casos reais para serem estudados.

Onde é realizado o treinamento profissional mais avançado?
Obedecendo às peculiaridades de cada curso, nas Agências, Oficinas, Laboratórios, Incubadora, Centros, Escritório Modelo, Estúdios. A infraestrutura disponível é da melhor qualidade. E o que é mais importante: os professores que trabalham nesses núcleos de desenvolvimento de prática profissional estão conectados ao mercado de trabalho, são altamente qualificados para as tarefas que desempenham. No caso das Engenharias, foi criado o Centro de Engenharia Aplicada da FACAMP. Através de parcerias com grandes empresas, os alunos começam a prática profissional nas empresas já no terceiro e quarto anos Há também a Incubadora de Projetos da FACAMP, que estimula a criação de novos empreendimentos por parte dos alunos.