Quem faz sucesso no mundo globalizado

Leia a entrevista com o caçador de talentos Renato Souza Neto, da multinacional Egon Zehnder.

Leia a entrevista com o caçador de talentos Renato Souza Neto, da multinacional Egon ZehnderFoi-se o tempo em que bastava talento e muito esforço para alcançar sucesso no mercado de trabalho. No mundo globalizado só os que têm uma formação profissional de excelência podem almejar uma carreira brilhante

Foi-se o tempo em que bastava talento e muito esforço para alcançar sucesso no mercado de trabalho. No mundo globalizado só os que têm uma formação profissional de excelência podem almejar uma carreira brilhante

Quais as competências requeridas do profissional de elite?
RSN – É um profissional superqualificado, que tem uma formação completa.

E o que é uma formação completa para o profissional do século 21?
RSN – Primeiro, um domínio completo das línguas — português, obviamente, e inglês. O que eu digo é que não saber inglês, no mercado de trabalho, é como jogar vôlei com uma mão amarrada nas costas. E não saber se comunicar em português é como estar com as duas mãos amarradas nas costas. Segundo, é preciso ter um domínio completo das técnicas de sua área profissional. Terceiro, esse profissional precisa ter uma visão integrada de sua área de trabalho. Quarto, ele precisa conhecer o que está acontecendo no Brasil e no mundo. Qu, ele precisa se atualizar constantemente e ter uma elevada capacidade de adaptação.

Explique melhor o domínio das técnicas e a visão integrada da área de trabalho.
RSN – Um exemplo basta para deixar claro o que disse: o do administrador de empresas. Antigamente, bastava o profissional dominar uma das quatro áreas principais de uma empresa: Produção, Finanças, RH ou Marketing. O profissional de hoje precisa dominar todas essas áreas. E mais: um administrador de empresas, hoje, precisa ainda ter uma visão global e da estratégia da empresa. Você falou em visão de conjunto e visão estratégica.

Isso reforça a necessidade do profissional saber o que se passa no Brasil e no mundo, não é verdade?
RSN – Imagine um ad ministrador que não conheça a economia global. Ele não saberá, por exemplo, se a taxa de juros vai subir ou descer, para onde vai a taxa de juros. Como vai investir sem saber as perspectivas do país, se vai crescer e quanto. Issovale na esfera econômica, mas também na esfera política e social.

Fale um pouco mais sobre a necessidade de um contínuo aprendizado.
RSN – O progresso do conhecimento é extraordinário e rápido. Há necessidade de atualização permanente. Uma vez estudante, sempre estudante.